Popular channels

Buenas noticias Gripen ng Saab firma contrato con

27/10/2014 hoy día histórico, Brasil firma contrato para comprar 36 aviones de combate Gripen Ng más trasferencia de tecnología para la brasileña Embraer que tiene la Argentina como posible futuro comprador de los cazas fabricados en Brasil.

link: https://www.youtube.com/watch?v=fv5qnFeMK5g
con la sueca Saab.


http://www.saabgroup.com/en/About-Saab/Newsroom/Press-releases--News/2014---10/Saab-and-Brazil-sign-contract-for-Gripen-NG/#.VE5KRsk0_dU


A empresa de defesa e segurança Saab assinou um contrato com o Governo Brasileiro, por meio do Ministério da Defesa – Comando da Aeronáutica (COMAER) para o desenvolvimento e produção de 36 aviões de caça Gripen NG para a Força Aérea Brasileira. O valor total do pedido é de aproximadamente SEK 39,3 bilhões de coroas suecas. Saab e COMAER também assinaram um contrato de cooperação industrial para oferecer transferência de tecnologia substancial da Saab para a indústria brasileira.

Em 18 de dezembro de 2013, o Brasil selecionou o Gripen NG para ser seu avião de caça de última geração, por meio do programa de avaliação F-X2. Desde então, todas as partes negociaram para finalizar o contrato. O anúncio de hoje marca a conclusão bem sucedida desse processo.

Saab e COMAER assinaram um contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aviões de caça Gripen NG, além de sistemas e equipamentos relacionados. O programa é composto por 28 caças monoposto e oito caças de dois lugares Gripen NG. O valor total do pedido é de aproximadamente SEK 39,3 bilhões de coroas suecas.

Saab e COMAER também assinaram um contrato para projetos de cooperação industrial, incluindo a transferência de tecnologia para a indústria brasileira, a ser realizada ao longo de aproximadamente 10 anos.

“Estamos orgulhosos de estar lado a lado com o Brasil nesse importante programa. Já existe uma longa história de sucesso da cooperação industrial entre os dois países, e este acordo histórico leva essa parceria a um novo nível”, diz Marcus Wallenberg, presidente do Conselho de Administração da Saab.

O contrato com COMAER para Gripen NG e o contrato de cooperação industrial associada entrarão em vigor uma vez que certas condições estejam cumpridas. Estas incluem, entre outras, as autorizações necessárias de controle de exportação. Todas essas condições deverão ser cumpridas durante o primeiro semestre de 2015. As entregas do Gripen NG para a Força Aérea Brasileira acontecerão de 2019 a 2024.

“O contrato com o Brasil valida o Gripen como o sistema de combate mais capaz e moderno no mercado. Solidifica a posição da Saab como produtor aviões de caça líder mundial e reforça a nossa plataforma de crescimento”, diz Håkan Buskhe, Presidente e CEO da Saab.

O contrato com o Brasil fortalece os laços entre a Saab e a indústria brasileira. A Embraer terá um papel de liderança como o parceiro estratégico no programa F-X2. Como parte do plano de transferência de tecnologia, a indústria brasileira vai ter um papel importante no desenvolvimento do modelo de dois lugares do Gripen NG e ser responsável pela sua produção para a Força Aérea Brasileira.

O Brasil se junta a Suécia como cliente de lançamento da próxima geração do Gripen, que compartilha o mesmo design e tecnologia inovadores das versões Gripen de hoje. Gripen estão atualmente em serviço operacional em forças aéreas sueca, tcheca, húngara, Sul Africana, tailandesa, além da Escola de Pilotos de teste do Reino Unido.

A próxima geração do Gripen atende à demanda do mercado por um avião de combate sofisticado e flexível, com custos sustentáveis. A aeronave oferece mais confiança, alcance e resistência, capacidade de armas expandida, novos sensores, incluindo um radar AESA avançado, sistemas de combate eletrônico altamente eficazes e comunicações multi-função.

O Gripen NG para o Brasil e Gripen E para a Suécia compartilham todos os atributos do projeto Gripen de última geração, mas também são adaptados às necessidades nacionais específicas de cada país. Os compromissos da Suécia e Brasil garantem ao Gripen um futuro industrial e operacional do Gripen para as próximas quatro décadas.
0
0
0
0No comments yet